Como Produzir Broto de Feijão:

O broto de feijão é produzido a partir do feijão-mungo (Vigna nungo). 

  •  Lavar as sementes e colocá-las de molho em água durante 15 horas 
  •  Transfira as sementes (inchadas) para um vasilhame com furos no fundo (escorredor de macarrão).
  •  Cubra o vasilhame com pano escuro (as sementes não devem receber luz).
  •  Coloque o vasilhame com as sementes em brotação sob água da torneira três vezes ao dia, durante dois minutos, não se esquecendo de cobri-las novamente.
  •  Com 5 dias, os brotos estarão com tamanho adequado para o consumo. 
  •  Em seguida, coloque os brotos em vasilhame grande cheio de água e agite-os. Retire as casquinhas verdes que ficarem na superfície. 

 Os brotos devem ser conservados em geladeira, dentro de saco plástico. Cada quilo de sementes pode render até 8 quilos de brotos.


 DICAS DE JARDINAGEM - Dez Truques

Truques que dão ótimos resultados

Árvores em lugares pequenos: É possível ter uma árvore no jardim mesmo que o espaço para isso seja pequeno ou próximo a uma construção. Como o maior problema neste caso seriam as raízes, que crescem à vontade podendo prejudicar encanamentos ou tubulações, basta contê-las. Para tanto enterre uma placa grande de amianto ou cimento a pelo menos dois metros de distância.



Cachorro e horta juntos:Se você tem uma horta em casa que não se encontra na sua mais bela forma, porque o seu cachorro não permite que as hortaliças e verduras cresçam viçosas, não precisa escolher entre um e outro. Faça uma grade ou cerquinha para dividi-la do restante do jardim. A horta vai ficar em um espaço reservado e o cachorro não a alcançará mais. Lembre-se somente de escolher um material que combine com a paisagem ao redor.


Armadilha para lesmas: É bem verdade que existe uma cadeia alimentar composta de várias espécies, sendo que cada uma tem o seu papel para cmprir. Por outro lado, quando começam a aparecer em grande quantidade é porque a cadeia não está equilibrada. Portanto, é preciso fazer alguma coisa para que suas plantas continuem bonitas e saudáveis. Para se livrar de lesmas, por exemplo, é só colocar um copo de vidro com cerveja próximo à planta que está sendo mais atacada e aguarde. Em poucos dias, o copo estará cheio de lesmas.


Um braço mais longo: Mesmo em uma árvore não muito alta, às vezes pode-se deparar com galhos compridos demais que dificultam a colheita dos frutos. Mas um simples ganchinho ou mesmo um arame grosso em forma de "U", colocado na ponta de um cabo de vassoura ou outra madeira de formato semelhante, pode ser de grande valia. Quando for usá-lo é só enganchar o galho, sempre um pouco acima dos frutos, e ir baixando lentamente, até alcança-lo com a outra mão.


A Estrutura da Horta: Para preparar uma horta, independente do que será plantado, lembre-se que ela exige alguns cuidados extras, mesmo quando não for a época de plantio. Por isso, faça um caminho central que tenha pelo menos 1,20 metro de largura. Essa medida é ideal para facilitar as regas, bem como o manuseio das ferramentas dispostas em geral neste espaço. Já as pequenas passagens laterais podem ter apenas 30 centímetros, espaço suficiente para que uma pessoa se movimente sem dificuldade.


Uva em Vasos: Mesmo em um terreno pequeno dá para ter uma bela videira em casa. Além dos frutos, que são deliciosos, ela é uma planta ornamental que pode ser cultivada em vaso desde que tenha, no mínimo, 40 cm de diâmetro, e uma treliça, que pode ser feita por você. É só amarrar dois pedaços compridos de bambu perpendiculares a outros dois de menor tamanho e enterrar os maiores no substrato. Outros materiais podem ser usados, mas o bambu tem a vantaem de ser encontrado e manuseado com mais facilidade.


Para Transportar Mudas: A muda daquela planta que você achou maravilhosa pode ser transportada facilmente sem recipiente algum. Basta que se consiga uma batata de tamanho médio para grande, corte-a na metade e em seguida que os talos das mudinhas sejam fincados na sua polpa. A umidade do tubérculo cuidará para que a planta chegue no ocal definitivo com vigor.


Jardineira Natural: Se você tiver de cortar uma árvore, lembre-se que a parte mais difícil é tirar toda a sua raiz. Agora, é possível trocar todo este trabalho, por uma bela jardineira. Neste caso, cave o meio do tronco e faça um corte que o atravesse, colocando em seguida um pedacinho de cano plástico. Impermeabilize toda a parte de dentro com uma ou duas demãos de neutrol. Preencha com a mistura clássica de partes iguais de terra comum de jardim e composto orgânico e areia e está pronta a jardineira que ainda vai dar um toque natural à paisagem.






Divisão de Rizomas: Existem plantas que não se alimentam no decorrer do ano. Ao invés disso, trabalham um período inteiro para que possam reservar nutrientes para a estação seguinte. Os rizomas, além de apresentarem esta característica, são um ótimo recurso para a propagação, que é bem simples. Corte-os em pedaços de cinco centrímetros, pelo menos, colocando-os em seguida para enraizar num recipiente com substrato composto de partes iguais de areia, terra comum de jardim e composto orgânico. Em pouco tempo estarão brotando. 









Coníferas bem desenhadas: Embora o nome conífera sugira uma copa cônica, muitas vezes não é bem assim que elas se mostram. Para que isso não aconteça com a sua árvore, lembre-se de não tirar de modo algum os galhos verticais que formam o ponteiro. Mas se ela estiver precisando de uma poda de limpeza, retire os galhos oblíquos, que saem das laterais. Assim você não ocorre o reisco de provocar uma mudança brusca



Na hora de fazer o plantio ou o reenvasamento de uma planta, caso o novo vaso seja de barro, lembre-se de deixá-lo de molho em água por 24 horas. Assim se evitará o ressecamento constante do solo.