Tão variada quanto o tipo e o sabor das frutas, é  também a época da safra de cada uma.  É possível, durante o ano inteiro, usufruir o sabor de cada mês, como pode-se ver  abaixo:

Abacaxi - Janeiro a Março - Paraíba e Minas Gerais

Açaí -Setembro a Novembro- Pará, Amazonas, Acre, Amapá e Maranhão

Acerola -Janeiro a Junho - Pernambuco, Bahia, RN e Paraíba

Banana -Abril a Dezembro - Bahia, S.Paulo, S.Catarina, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rondônia e Amazônia

Caju - Setembro a Janeiro-Bahia, Ceará, RN, Piauí

Caqui - Fevereiro a Abril -- S.Paulo, RS, Paraná, Minas Gerais

Carambola - Dezembro a Fevereiro - Pernambuco, Maranhão, Piauí

Cupuaçu Novembro a Maio Pará, Maranhão, Amazonas

Graviola -Agosto a Outubro -Ceará, Piauí, RN

Jaca -Outubro a Abril - Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí

Jambo - Novembro a Fevereiro- Amazonas, Maranhão, Pará

Manga - Outubro a Fevereiro -Bahia, Ceará, Paraiba, Pernambuco, Piauí, Maranhão, Minas Gerais, S.Paulo

Melancia -Junho a Setembro - Bahia, Goiás, Mato Grosso, Pernambuco, S.Paulo

Pitanga - Junho a Agosto -  Bahia, Pernambuco, RN

Tangerina - Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Sergipe, S.Paulo

Umbu Dezembro a Fevereiro Bahia e Pernambuco

 POMAR DOMÉSTICO - Colheita

A maior parte dos frutos podem amadurecer na planta, outros necessitam ser colhidos de vez para terminarem a maturação em casa (banana). Qualquer que seja o caso, o importante é que sejam colhidos na época apropriada de maturação, de forma a se conseguir o melhor aroma e sabor e a adequada conservação, quando isso for necessário.

.

CAUSAS QUE DETERMINAM A QUEDA DOS FRUTOS  DO POMAR

Inúmeros são os fatores determinantes da queda dos frutos e das flores das árvores frutíferas. Somente uma investigação local nos habilitará a dar uma resposta correta sobre esses fenômenos. De um modo geral, os fatores que concorrem para a queda das flores e/ou frutos são:

  • Falta ou excesso de umidade - ausência de umidade é responsável pela redução da produção e concorre diretamente para a queda dos frutos. O excesso de água no solo é tão prejudicial ou mais do que a falta. Nos terrenos encharcados as folhas amarelecem e os frutos se desprendem devido à asfixia das raízes.
  • Ação dos ventos - os ventos produzem pela sua intensidade a queda dos frutos. Podem-se evitar essas correntes aéreas construindo-se quebra-ventos.
  • Mudança brusca das condições climáticas
  • Fatores hereditários
  • Solos Impróprios - cada planta apresenta exigências definidas para um determinado tipo de solo. Se a composição química e física for desfavorável, o se poderão esperar colheitas abundantes.
  • Cargas excessivas
  • Plantas de primeira floração 
  • Ataques de pragas e moléstias;
  • Solos esgotados 
  • Falta de polinização 
  • Falta de afinidade na enxertia - o conhecimento desse assunto é importante para que se possa garantir constante produtividade das plantas. Ao se enxertar, deve-se tomar cavalo e cavaleiro pertencentes à mesma espécie.
  • Ausência de luz - nenhum vegetal consegue florescer abundantemente à sombra. É para evitar esses inconvenientes que se estabeleceu em fruticultura um espaçamento adequado a cada espécie.